i’m lovin’

Sou apaixonada por listas. Listas de coisas a fazer, wishlists e outras bobagens listadas em geral. Hoje, decidi compartilhar aqui – em forma de lista, é claro – minhas últimas manias, paixões, desejos e playlists.

  • Louis Garrel: ator francês, protagonista do último melhor filme que eu vi (La Belle Personne, próximo item da lista). geminiano e filho do cineasta Phillipe Garrel.  Louis também é protagonista de outros inúmeros filmes indies, como Canção de Amor e Os Sonhadores. Louis também foi fotografado para a Vogue L’Uomo em março de 2008, por Bruce Weber. O que apaixona de verdade é a naturalidade de Louis , quase como se não estivesse interpretando, e sim simplesmente agindo; além de seus cabelos e jeito bagunçados e até um pouco rudes, se não fossem carregados de uma doçura cafajeste. Mas eu sou suspeita pra falar, hahahaha.

  • La Belle Personne, ou A Bela Junie: O filme conta a história de Junie, uma jovem de 16 anos que, após perder a mãe, se muda para a casa dos tios e passa a estudar em no colégio de seu primo. Enturma-se facilmente e envolve-se com um dos amigos de seu primo, que está perdidamente apaixonado por ela. Porém, Junie desperta a atenção de seu professor de italiano (Louis Garrel). O filme é inspirado no romance La Princesse de Clèves, de Madame La Fayette. O filme leva a uma reflexão sobre sentimento e relações em geral, se estamos dispostos a sacrificar tudo por amor e se o amor é uma escolha consciente ou não.
  • Edie Sedgwick: Musa inspiradora de Andy Warhol e de Bob Dylan, Edie foi também uma das primeiras It-Girls, nomeada como tal pela Vogue. Como muitas outras mulheres apontadas como It, Edie teve problemas com peso, bebida, drogas, remédios, depressão e etc. Porém, o que me prende na Edie é o estilo único e quase over – se não fosse tão natural para ela – de seus olhos extremamente maquiados, cabelo curto, brincos gigantes e meia-calça preta (reza a lenda que ela saía da aula de dança e tinha preguiça de trocar de roupa, então jogava vestidos e camisetões por cima do collant e da meia-calça, quando não continuava usando apenas collant e meia-calça). Edie também era apaixonada por peles, estampa de leopardo, listras e chapéus, fazendo deles, seu uniforme.

Uma das inúmeras músicas compostas sobre Edie é Femme Fatale, do Velvet Underground e foi escrita a pedido de Andy Warhol. No clipe, feito com imagens da Edie, é possível observar melhor a forma com que ela se vestia e se maquiava.

vou parar por aqui pra não deixar o post muito longo.

hope you like it, beijos.

Anúncios

2 Respostas para “i’m lovin’

  1. Eu acho esse ator lindo! Vi uma matéria sobre ele na RG Vogue há um ano atrás e o filme Quase Sonhadores que ele participa. Tem cara de francês e eu adoro os franceses!
    Tb conheço a Edie, ela foi marcante. Warhol sempre soube o que fez e escolheu muito bem usa musa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s